Últimas notícias

Curso Terapia Celular - 24 de Outubro na EUVG

 

Read more...
 

Abertura de 2 posições para médicos veterinários para a Área da Anestesia e Cirurgia de Animais de Companhia do Hospital Veterinário da UTAD - Candidaturas até 18 de Outubro!

Read more...
 

Vaga para Médico Veterinário - Samora Correia

Read more...
 

EUVG na Comunicação Social - Setembro 2017

Read more...
  See all...
Testemunhos de Antigos Alunos

Susanna Blattner  (aluna Italiana em Erasmus na EUVG)

Susanna Blattner

Hello, i'm Susanna Blattner, an erasmus student. I came from the university of Teramo the last year, i really liked to change my university for one year, the Escola Universitaria Vasco Da Gama is a really small university but for this reason people are really helpfull with erasmus students.

At the first i didn't speak poruguese but the teachers tried to help me a lot and they spoke also english.

The only problem was the fact that i had exams from different years and sometimens i have lessons or exams at the same day or time but a lot of teachers help me and at the end i solved everything.

The university is good, interesting and also the city of Coimbra is beautiful.

Escola Universitaria Vasco Da Gama is the perfect university to do the erasmus! 



Laura Bonillo  (aluna Erasmus na EUVG)

FB IMG 1504817541912

Desde sempre ouvi que o Erasmus era uma experiência única e incrível... mas jamais imaginei que fora tanto. Durante a minha estância em aquela terra querida, a que ao final era nossa Coimbra, pude fazer amigos, ampliar os meus conhecimentos da veterinária e aprender uma nova língua. Desde o primer día portugal ganhou-se o meu coração, a gente sempre esteve disposta a ajudar-me e ofrecer-me a sua amizade.

Acho que o Erasmus faz à gente melhor pessoa, já que faz-as ser mais abertas, fazer amizades com gente doutros lugares e fomenta o fato de viajar.

Aconselho a tudos a fazer as malas e viver esta aventura.

Sinto-me muito obrigada por tudo e foi uma experiência memorável. Agora sei o significado da palabra saudade, pois desde que parti, só penso em voltar.



Martyna & Patrycja  (alunas Erasmus na EUVG)

Martyna & Patrycja

Obrigado EUVG!

So this is it, we have finished our magic year at Vasco Da Gama University in Coimbra. We are two Polish Erasmus veterinary students, who had the opportunity to learn and get experience in this unique Portuguese city during the program Erasmus plus. Although we both differ so much from each other, we can surely admit that each of us found something special in this school. We had there some hard times, as we had not spoken a word in Portuguese before arriving there, however the attitude, professionalism and preparation of teachers played a huge role in our survival and learning process during these two semesters and made this year special. The school is created by amazing people with passion, who opened our minds to see how many possibilities does the vet profession give. Besides experienced and so kind for us tutors, all other workers were very helpful not only in professional area, but also in our daily Portuguese life, which is so different from the Polish reality. The studying system is well thought and makes the work more efficient and less stressful. One of the best moments, which would not be possible without studying in EUVG, was our internship, it was great to have the chance to do it!

It was a huge year for us, so we want to say big "thank you!!!" and hope to see you again one day!

Martyna & Patrycja



Lucia Ramirez  (aluna Erasmus na EUVG)

Lucia Mara

Hoje faz um ano que comecei  uma das melhores experiências da minha vida, minha experiência Erasmus na EUVG. Em um principio não estava muito segura de ter escolhido o melhor destino para passar todo um ano mas com o tempo foi descobrindo que não me enganei,  escolhi bem. O principio como todos os principios foi um bocado difícil , um novo pais, nova cidade, nova Escola e novo idioma, mas quando cheguei a EUVG comecei  ficar mais tranquila. Nos primeiros dias todos preocupavam-se por mim e por que eu ficara à vontade. Gostei muito dos companheiros , os professores e do hospital, em geral do ambiente da Escola. Eles fizerom-me sentir como em casa.

Eu aprendi muito durante este ano graças a estupendos professores e gostei  muito dos bancos que eu fiz no hospital e das saidas que eu fiz com quase todas as cadeiras .

So posso dizer Obrigada. Tenho a certeza que vou ter muitas saudades.

ATÉ   BREVE!



Chiara Talia  (aluna Erasmus na EUVG)

fototest

 

È com imenso prazer que escrevo estas palavras qua vão ficar aqui para todas as pessoas que nesse momento estão a pensar se fazer um Erasmus aqui na EUVG è uma boa escolha
Entao, agora, depois 10 meses em Portugal posso com certeza dizer que sim, foi uma optima escolha! Tenho que agradecer todos os prefessores, os medicos veterinarios do hospital, os estudantes, o pessoal da secretaria e da cantina e todas as pessoas que encontrei aqui. Sempre me foi proporcionada ajuda, mas no mesmo tempo eu não notei a diferença com os outros estudantes portugueses. E isso foi para mim muito importante. Eu vim là em Portugal para aprender e crescer do ponto de vista academico e profissional. E foi o que aconteceu.
Nunca vou esquecer as aulas, as frequencias, a Escola toda. Cada dia!
Voltei para Italia com mais conhecimentos, skills, cultura, amigos. Agora percebo um pouco mais não sò de Veterinaria, mas tambén de Coimbra, do Portugal, da Europa e do mundo . Acho que todos os objectivos do programa Erasmus foram alcançados.

Com muito orgulho levo commigo não sò o casaco deste ano da Faculdade, mas muitas memorias inesquecíveis.
De certeza vou voltar. Obrigada!


José Ferreira  (antigo aluno de Medicina Veterinária)

13900703 10202209204267696 861179769 n (2)


Por várias vezes, antes de entrar na EUVG tinha ouvido falar da mesma e de todas essas vezes sempre tinha ficado a curiosidade de um dia vir a conhecer.
Durante o meu percurso académico conclui a licenciatura em Enfermagem Veterinária (Instituto Politécnico de Castelo Branco) em 2010 e em 2011 ingressei na EUVG. Desta forma tive uma percepção diferente de como funcionam diferentes sistemas de ensino em Portugal.
Enquanto ex aluno da EUVG posso afirmar com 100% de certeza que esta presta um ensino diferenciado das restantes Universidades. Um ensino de proximidade, um ambiente familiar onde só quem teve o prazer de passar pela EUVG consegue sentir. Não houve nenhuma dúvida ou conceito que ficasse por esclarecer pelos docentes, fosse no corredor, na cantina ou até no parque de estacionamento, a disponibilidade deles para ajudar era sempre infindável, porque nesta Escola a comunicação sempre foi um motor para as relações entre todos.
Em relação aos planos de estudos existe, por parte dos docentes, um esforço em mantê-los actualizados para que possam transmitir aos seus alunos os conhecimentos mais actualizados. Por outro lado, o facto de a maioria dos docentes das disciplinas clínicas serem docentes e veterinários a exercer, os conhecimentos que estes nos transmitem refletem não só os conteúdos que estão nos livros mas também toda a sua prática clínica, o que muitas das vezes faz a diferença quando no mercado do trabalho somos confrontados com diferentes situações e nos lembramos dos conselhos "Nos livros diz isto.... Mas se fizerem assim resolverão o problema mais facilmente"
Outro dos pontos fortes do ensino diferenciado na EUVG que eu identifico é a Prática Veterinária Integrada, ou seja, desde cedo, logo no segundo ano somos colocados em diferentes empresas/instituições da área da Medicina Veterinária para realizar um curto estágio. Nestes locais aprendemos em contexto real de trabalho, ou seja somos colocados em diversas situações que são impossíveis de reproduzir em contexto de sala aula, e mais tarde, na hora de começar a trabalhar, os alunos da EUVG marcam a diferença pela sua aptidão, em relação aos graduados de outras universidades.
Enquanto aluno da EUVG tive o prazer e a oportunidade de ajudar de perto o Conselho de Direção em algumas actividades em que a visão e a presença dos estudantes fosse necessária. Algumas delas foram a divulgação da EUVG junto das escolas secundárias e eventos relacionados com o acesso ao ensino superior, o Dia Aberto na EUVG, a presença na comissão de auto-avaliação para a Acreditação do Ciclo de Estudos, o Gabinete da Qualidade, entre outras. Com isto alerto para a participação activa dos estudantes na "vida da escola" e desafio-os a deixar de ser o simples estudante que chega à sala de aula, senta-se, ouve a aula (não participa) e vai embora...
As instituições de ensino superior só fazem sentido se existirem estudantes, mas os estudantes não existem se as instituições não existirem, assim esta dependência é bilateral. Envolvam-se, estejam presentes e, na hora de manifestar a vossa a opinião, estejam lá e não deixem que outros decidam por vocês.
Hoje, posso afirmar e dizer com todo o orgulho que sou Médico Veterinário graduado pela EUVG, e que na hora de decidir tomei a decisão correcta; que a minha passagem, ou melhor mais que uma passagem foi uma estadia, uma vivência, me abriu portas que de outra forma estariam fechadas e fora do meu alcance. A prova de que as coisas têm sentido diferente na EUVG e acontecem também a um ritmo diferente é que, à semelhança de muitos dos graduados na EUVG, terminei o curso em 16 de março deste ano (2016), e no início de abril me encontrava a trabalhar em Inglaterra numa clínica de primeira opinião.
Aproveito este momento para agradecer, mais uma vez, a todos: desde os funcionários da limpeza, da biblioteca, dos serviços, dos laboratórios, aos docentes, à direção da EUVG e da ACSJM, a todos o muito obrigado por terem participado da minha formação.
Aos actuais e aos futuros alunos quero dizer que nunca se arrependerão da escolha que fizeram, de ser alunos da EUVG, de ter estado nesta grande família.

(foto cortesia da One Vet Group)





José Manuel Requena Olivares  (aluno Erasmus na EUVG)

Jose Manuel Riquena Olivares


Tive a sorte de estar de volta a Coimbra, primeira vez como aluno de Erasmus, a segunda realizar o estágio curricular no Hopital Veterinário Universitário de Coimbra. Sinto-me um afortunado por ver meus antigos colegas e professores de novo e partilhar mais momentos com estas pessoas. Tenho que agradecer a forma como todos me receberam, em especial ao HVUC por toda a formação que me proporcionou, pela hospitalidade e magnífico profissionalismo de todos, médicos veterinários, enfermeiros e recepcionistas. Por todas estas razões e outras, não poderia estar mais contente com a minha escolha de estágio e sem dúvida que a minha estadia no HVUC foi essencial na minha decisão em seguir a área de Medicina Veterinária de animais de companhia. É muito gratificante trabalhar com pessoas com tanta paixão e esforço em salvar vidas e em dar qualidade de vida aos animais e donos, que aconselho a todos que tiverem oportunidade a passarem pelo HVUC para completarem a sua formação.

Obrigado novamente  por tudo, e áte pronto¡¡ abraços.





 

 

 

Carlos Sanchez Pozo (aluno Erasmus na EUVG)

carlos sanchéz


"La verdad es que solo tengo buenos recuerdos y palabras de agradecimiento sobre mi estancia erasmus en Coimbra durante el curso 2014/15.

Como cualquier estudiante que deja su universidad para irse a otro país, aterrice en esta, para mi desconocida ciudad, con algo de miedo porque no conocía mucho del idioma, pero en cuanto llegue a la Escola Universitaria Vasco da gama, tanto la coordinadora de Erasmus (Joana Ferreira), como el personal de secretaria y todo el profesorado me transmitió tranquilidad, me hizo sentirme en casa desde el primer día, y me ayudo bastante a adaptarme. También destacar esas magnificas cocineras, a pesar de que me llamaran la atención por no apuntarme en la lista de la comida. 

Decidí elegir Coimbra, no por un motivo en especial, pero si que en su momento tenia amigos que estaban estudiado aquí, y me transmitieron buenas vibraciones y sobre todo me dijeron que no me iba a arrepentir de mi elección, y así ha sido a día de hoy. Me sorprende el hecho de que, aun siendo una universidad pequeña, concentra a un profesorado académicamente muy formado, que constantemente esta atento hacia los alumnos, un hospital veterinario nuevo y con todo tipo de servicios a disposición de los alumnos que facilitan el aprendizaje, y una organización en cuanto a practicas, fechas de exámenes…muy buena, en definitiva no tengo ningun “pero” hacia esta universidad. 

Destacar nuevamente la cercanía del profesorado hacia los alumnos, cosa que hecho en falta en algunas universidades de España.

En cuanto a mis compañeros de clase y amigos, agradecer lo mucho o poco en lo que me han ayudado a pesar de mi dificultad por el idioma, y por tanto el hecho de comunicarme con ellos.

En cuanto a la ciudad de Coimbra, es difícil compaginar el estudio con la continua fiesta que ofrece esta ciudad, pero hay tiempo para todo y lo importante es organizarse. VIVA QUEIMAS DAS FITAS ¡!!!!!

En resumen, y como dijo mi amigo antes de que llegara a esta universidad, no me arrepiento de mi elección, agradecer nuevamente a todo el mundo que forma parte de la Escola Universitaria Vasco da Gama y espero volver pronto por allí. Abrazos para todos."





Aurora Busti (aluna Erasmus na EUVG durante 2 anos consecutivos)

Aurora Busti

"Infelizmente acabou o meu segundo ano de Erasmus em Coimbra ou mais precisamente na Vasco da Gama. O ano passado já tinha sido um privilegio ter a possibilidade de fazer parte desta família, porque é mesmo assim, trata-se de uma família onde todos estão disponíveis a ajudar-se uns com os outros.

Eu não estava à espera do calor e do amor que recebi ao voltar em setembro, ainda mais fortes do que os que eu deixei antes do verão. Ao ver pessoas a sorrir e a ficarem felizes por mim por eu ficar mais um ano, também as que não tinham uma forte relação comigo; acho que foi neste momento que eu senti-me plenamente parte da família, quase que nem senti a diferença de nacionalidade entre mim e os outros. Claramente beneficiei do facto de conseguir cada dia melhor perceber, falar mas sobretudo brincar em português.

Esta situação assim como a disponibilidade completa dos professores e dos funcionários da escola permitiram-me viver ainda mais um ano em serenidade, o que acho que foi o aspecto mais importante para uma boa aprendizagem.

A pena maior é que agora, depois de tudo o que eu vivi aqui, vai ser ainda mais difícil se não impossível despedir-me daquela que foi a minha casa para dois anos.

Agradeço imenso a todas as pessoas que contribuíram duma maneira ou outra para permitir que este período da minha vida pudesse ser inesquecível.

... levo-vos comigo p’rá vida!"



 

Dolores González (aluna Erasmus na EUVG)

 "Quando cheguei a Coimbra cheguei a pensar que teria sido talvez melhor escolher outro destino erasmus, mas foi preciso muito pouco tempo para confirmar que era o melhor destino possível.

Se é verdade que tenha sido um ano estressante, também é verdade que tenha sido um ano vivido intensamente.

Tenho tido a sorte de conhecer Coimbra do ponto de vista da universidade: gostei muito dos jantares com os meus colegas, do espírito acadêmico, de ver as praxes, da latada e da queima das fitas.

Dolores Gonzalez

 

E indubitavelmente o melhor deste ano foi estudar na Escola Universitária Vasco da Gama, já que recebi um trato pessoal e próximo por parte de coordenadores, secretárias, bibliotecária, funcionários, e inclusive o pessoal da canti

 Especial menção merece o conjunto do professorado, altamente qualificado, sempre dispostos a resolver as possíveis dúvidas e incentivar aos alunos para uma participação activa, programar visitas de estudo muito variadas, e tudo isto transmitindo felicidade e ao mesmo tempo profissionalidade para criar um ambiente de trabalho confortável.na, todos me conheciam e me chamavam pelo meu nome e assim contribuíram para que minha estadia em Coimbra tenha sido agradável e fazia-me sentir mais perto de casa.

Não posso esquecer os meus colegas que desde o primeiro dia me integraram ao grupo como mais uma e estiveram sempre dispostos a me ajudar.

Nunca esquecerei a EUVG e todos os seus integrantes,

com muita vontade de voltar,

UMA VEZ COIMBRA, PARA SEMPRE SAUDADE."




José Manuel Requena Olivares (Aluno Erasmus)


"Son muchas palabras con la que podía definir mí estancia durante este año (2013-2014),  vivencias, personas, culturas, universidad y tradiciones diferentes y espectaculares...

José Manuel Requena Olivares

La foto que he puesto en esta redacción, tiene un gran significado, ya que este año lo he vivido como si fuera un verdadero estudiante de Coimbra, intentando disfrutarlo y sentirlo como  uno más, y en este caso como si fuera la última vez... Por eso tengo que dar las gracias a todas la personas que he tenido la suerte de conocer allí, y a todas aquellas que nos han dado su calor  y nos han ofrecido ayuda desde que lleguamos hasta nuestro final de  estancia,  y es por eso, por lo que  es tan importante y tengo que dar las gracias al conjunto de la  Escola Universitaria Vasco da Gama.

 

La Facultad de Veterinaria Vasco da Gama durante mi estancia  me ha echo sentir como si estuviera en casa. Para mí, más que una facultad es una Familia de Veterinarios  y de  futuros Veterinarios en la que aprenden todos juntos siendo todos compañeros, y donde existe un gran compañerismo entre todos, lo que hace que todo sea más fácil y a la vez,  bonito.

 

Academicamente es una facultad muy competente y muy completa, con personal muy cualificado. El  profesorado  está muy formado y es  muy atento a los alumnos, aspecto muy importante para nuestro aprendizaje.  Muchas practicas interesantes y asociadas a  la vida real, cosa que nos facilitará el día de mañana cuando trabajemos solos e independientes, viajes de estudios o excursiones... en definitiva  es una facultad muy competente y muy cualificada, por lo que no me hubiera importado alargar más mi estancia.

 

Por último, decir o repetir  que este año ha sido único e inolvidable, donde doy las gracias a todo el personal de Vasco da Gama (Profesores, Secretárias, Personal de mantenimiento...) ya que siempre nos habéis tratado especialmente bien. Y también, dar mención a todos mis compañeros de aulas, los cuales muchos de ellos son ahora grandes amigos y lo serán siempre.

 

Gracias a todos, ha sido un año inolvidable tanto personalmente como Academicamente".

 



Aurora Busti (Aluna Erasmus da Universidade de Teramo, Itália)

 

“Durante o ano passado a EUVG, Coimbra e os portugueses foram capazes de me fazer enamorar de Portugal.
AuroraBusti
Embora pelo facto que no início para mim não foi fácil, porque não conseguia perceber e/ou falar português, após as primeiras semanas foi fácil para mim perceber Coimbra como a minha nova casa.

Na EUVG estava sempre alguém disponível para ajudar-me e explicar-me todas as coisas: Joana, os professores, os estudantes e todas as outras pessoas que trabalham na EUVG.

Adorei a relação entre os professores e os estudantes que é totalmente diferente da do tipo de relações que normalmente nós temos na nossa universidade na Itália.

Gostei da organização das cadeiras, do facto de poder fazer frequências de todas ... ajudou-me a conseguir fazer todas as cadeiras que eu queria.
Coimbra é a cidade perfeita para um estudante e em particular para um estudante Erasmus. Consegui facilmente encontrar casa e conhecer muitas das coisas importantes logo desde os primeiros dias, mas também é uma cidade pequena (eu sou de Roma, qualquer cidade me parece pequena) cada vez que eu saía de casa tive a possibilidade de descobrir novas coisas, conhecer novas pessoas e novas culturas.

É perfeita também porque a universidade é o coração de Coimbra, todas as suas tradições, para mim novas, foram uma novidade que adorei e que cada dia mais quereria ter também para as universidades do meu país.

A única coisa que ainda agora não percebo plenamente são os portugueses.
Eu já viajei um bocado durante a minha vida e em Portugal encontrei as pessoas mais disponíveis e pacientes com os estrangeiros.
Mas encontrei também dificuldades em conseguir ter uma relação mais estreita com as pessoas - No final de um ano eu posso dizer só ter dois amigos portugueses.
Não sei se isto é pelo facto que as pessoas terem medo de ficar muito amigas com os estudantes Erasmus, porque pensam que no final do ano eles vão embora ou se é simplesmente  por eu não ter encontrado pessoas que ficassem apaixonadas de mim.

Em conclusão posso só dizer que eu adorei os meus 10 meses em Coimbra e na EUVG.

Só passou uma semana, estou cheia de saudade e já estou com metade da minha cabeça a pensar em setembro.

Até já minha querida Coimbra!“





Ana Florêncio (antiga Aluna de Medicina Veterinária)

 

 

 

"Desde o início e por conversas com outros amigos de outras universidades percebi que a nossa Escola Universitária era única! Única pela localização, pelo ambiente, mas principalmente única pelas pessoas que lá trabalhavam e estudavam! Era um ambiente próprio, uma entreajuda competitiva que trazia ao de cima o melhor (e algumas vezes o pior) mas que sempre nos fazia ir mais além!Ana Florencio

Os Professores eram a cola que mantinha tudo junto e a funcionar bem, com toda a sua disponibilidade para ajudar, esclarecer, com a sua preocupação connosco não só enquanto alunos mas também enquanto pessoas e principalmente enquanto futuros médicos veterinários.

Após a passagem por várias áreas nos estágios intercalares, Clinica de Pequenos Animais, Clinica de Grandes Animais, Sanidade/Saúde Pública e Matadouros, decidi fazer o meu estágio final de licenciatura numa área ainda por explorar – Tecnologia dos Alimentos. E aí começou o segundo percurso…

Tive a sorte, também com alguma ajuda (novamente) dos professores, de ir parar a uma sociedade onde se produzia de forma exclusiva e ainda única no país, carne, derivados de carne e outros produtos em modo de produção biológico – Sociedade Agrícola Freixo do Meio. Iniciei o estágio com funções na área da rastreabilidade (do prado ao prato), terminei a licenciatura, lá permaneci a trabalhar por mais algum tempo, acumulando as funções de Responsável pelo Departamento de Produção da Indústria de Carnes, Responsável pelo Departamento de Qualidade, Médica Veterinária responsável pela Sanidade Animal (Bovinos, Caprinos, Ovinos, Suínos e Perus).

Após a saída desta empresa, em pouco tempo me encontrei a trabalhar numa empresa completamente diferente, uma empresa com mais de 1200 trabalhadores, uma mega-empresa – Acciona Facility Services. Aqui é onde me encontro ainda hoje em funções. É uma delegação pertencente a uma empresa de sede espanhola e que tem delegações espalhadas por todo o mundo. Trabalhamos no ramo de higiene, desempenhando ações numa das maiores empresas de produtos à base de carne do país. Aqui tenho o cargo de Supervisora, sendo responsável pela gestão e liderança de uma equipa de 45 pessoas, divididas em várias funções, em várias áreas e durante as 24horas do dia. Faço também trabalho junto com a área da Qualidade, principalmente ao nível laboratorial, com uso de zaragatoas de identificação proteica para validação dos processos de higiene.

Faço também deslocações pontuais a outros pontos do mundo, onde acompanho outras equipas a desempenharem funções na mesma área (cárnica) e que precisam de algum tipo de consultoria para rentabilizar, melhorar ou corrigir o seu desempenho.

Naturalmente, após a minha entrada nesta empresa que tenho apostado muito na formação, formação para gestão de conflitos, formação de formadores, formações que me ajudem a saber lidar com todas as pessoas pois como todos sabemos o nosso curso não é, obviamente, nessa área (humana) que se foca.

Foram ambas experiências muito diferentes e enriquecedoras e é com esse tipo de experiências que pretendo preencher o meu futuro percurso profissional."

 

 

 

 

 Joana Ferrolho (antiga Aluna de Medicina Veterinária)

 

 

"O meu nome e Joana Ferrolho e conclui o Mestrado Integrado em Medicina Veterinaria na EUVG em 2010.
JoanaFerrolho EUVG

Durante o curso sempre tive um especial interesse em Medicina de Producao e Especies Pecuarias, e como tal escolhi realizar os seis meses de estagio final com o Dr. Manuel Castro Rodrigues, em bovinos leiteiros na zona da Tocha.

Apos ter terminado este estagio, surgiu a hipotese de fazer um internato em Cornell University, Ithaca (USA), com o Dr. Charles Guard e o Dr. Rodrigo Bicalho.

Durante a minha estadia por la tive a oportunidade de aprofundar os meus conhecimentos em Patologia e Cirurgia bovina com a equipa de Medicina de Producao e Ambulatorio, responsavel pelo acompanhamento de varias exploracoes leiteiras das zonas envolventes. Como resultado destes dois estagios conclui um estudo sobre o deslocamento de abomaso entitulado “ Evaluation of Na+, Cl- and K+ serum concentration and blood pH, and their variation before and during abomasal displacement in dairy cattle”, sob a supervisao da Dra. Elisabete Martins.

Pela minha dedicacao a esta area da Medicina Veterinaria e com a ajuda dos nossos docentes, recebi um premio monetario da Pfizer por ter a melhor classificacao em Especies Pecuarias/Medicina de Producao da EUVG, em 2010.

Pelo interesse em promover investigacao tambem nesta area, recebi outra bolsa atribuida apenas a cinco alunos de Medicina Veterinaria a nivel mundial uma vez por ano, para participar no National Mastitis Council 50th Annual Meeting (Arlington, USA).

Depois de terminado o curso, a situacao em Portugal estava bastante complicada para encontrar trabalho na area dos bovinos de leite e os salarios eram bastante baixos. Nestas condicoes decidi abracar uma nova area e lancar as maos a obra no mundo dos animais de companhia por uns tempos. Trabalhei seis meses num consultorio perto de Aveiro, e durante fase candidatei-me a outro posto de trabalho como Early Stage Researcher na The University of Edinburgh - The Royal (Dick) School of Veterinary Studies. O numero de candidatos para estas posicoes e sempre muito elevado e o numero de vagas muito reduzido, especialmente para projecto ao qual me candidatei por ser financiado pela Marie Curie Initial Training Network, uma das mais prestigiadas fundacoes de apoio a investigacao cientifica e onde os cientistas sao dos mais bem pagos do mundo.

A preparacao e os conhecimentos que adquiri durante o curso na EUVG permitiram-me ter os conhecimentos, confianca e preparacao necessarios para ter sucesso na entrevista. Contra as probabilidades, consegui a unica vaga disponivel e comecei os meus primeiros passos em investigacao.

Comecei por trabalhar no The Roslin Institute, em Edimburgo, uma referencia mundial em termos de investigacao da saude animal e onde clonaram a ovelha Dolly em 1996. Passados nove meses o meu grupo foi transferido para outro instituto, The Pirbright Institute, em Surrey, onde permaneco ate agora.

Neste momento estou a trabalhar num projecto relacionado com erliquiose canina, intitulado “Effect of co-infection with a virus on Ehrlichia canis kinetics in tick and mammalian cells in vitro”. Durante este projecto passo a maior parte do meu tempo no laboratorio a efectuar uma variedade de tecnicas de biologia molecular e microbiologia.

Por ser Marie Currie Fellow tenho a oportunidade de viajar pelo mundo com bastante frequencia para trabalhar em diferentes laboratorios, participar em varias conferencias e treinos de formacao e conhecer outros cientistas.

A dada altura da minha vida as circunstacias do nosso pais fizeram-me mudar de rumo, do tao desejado trabalho em especies pecuarias em Portugal, a grande razao pela qual decidi ser Medica Veterinaria, envredei uma carreira em investigacao no Reino Unido. Mesmo passando por esta mudanca tao drastica, sempre me senti a altura dos desafios gracas a preparacao que tive durante o curso na EUVG que me permitiu adaptar com facilidade a novas areas e diferentes grupos de trabalho e a abracar todas as oportunidades que a vida nos oferece.

Neste momento a nivel profissional sinto-me bastante realisada e feliz.

Voltaria a fazer o mesmo percurso, empenhar o mesmo esforco e a fazer as mesmas escolhas.

Num futuro proximo considero voltar ao trabalho de campo com especies pecuarias e em breve iniciarei um novo projecto, que me permitira permanecer no desafiante mundo da ciencia e contrinuir para o melhoramento da saude animal.

Por todos os motivos mencionados, posso dizer com toda a certeza que a minha passagem pela EUVG foi, para mim, uma experiencia unica e inesquecivel que recomendo a quem esta interessado em seguir a carreira de Medico Veterinario, independentemente das aspiracoes futuras em termos de area a seguir porque a vida esta sempre cheia de surpresas. “Life is about taking chances”, certo?

O meu muito obrigada a todos os que neste percurso contribuiram para chegar onde cheguei e a ter orgulho das minhas raizes academicas."

 

 

 

Eva Costa (antiga Aluna de Medicina Veterinária)

 EvaCosta EUVG

 

"O meu nome é Eva Costa, no ano de 2008 terminei o curso de Medicina Veterinária na EUVG, após um estágio final em Inspeção Sanitária, nomeadamente em animais de talho, aves, coelhos e pescado. Em 2011 conclui uma pós-graduação em auditores de HACCP.


Exerço funções como Inspetora Sanitária desde 2008, mas também faço instrução de processos de contraordenação e vistorias no âmbito do plano de acompanhamento e controlo de estabelecimentos na área de intervenção da DAV de Leiria da DGAV.


Inicialmente o meu objetivo era exercer Medicina Veterinária na área da clínica em animais de companhia, mas com o decorrer do curso e da realização dos vários estágios fui direcionando o meu interesse para as áreas da Inspeção Sanitária, Saúde Pública e da Segurança Alimentar.

 

Durante o curso realizei vários estágios nas áreas da clinica de animais de companhia num hospital e em várias clínicas veterinárias. Na área da sanidade animal e saúde pública, no laboratório de parasitologia da EUVG, fazendo um estudo parasitológico para pesquisa da presença de parasitas potencialmente zoonóticos nos espaços públicos da cidade de Coimbra e no canil-gatil da Câmara Municipal de Coimbra acompanhando todas as atividades inerentes ao médico veterinário municipal.


A
EUVG foi muito importante para mim, não só a nível pessoal, na medida em que fiz várias amizades, mas também a nível profissional, pois considero que a dedicação, a disponibilidade dos docentes e a relação de proximidade, facilitam o processo de transmissão de conhecimentos, mas também são uma mais-valia muito importante na formação profissional, ética e pessoal dos alunos."

 

 

 

Miguel Miranda

(antigo Aluno de Medicina Veterinária)

 

Miguel Miranda

"Entrei na Escola Universitária Vasco da Gama no ano de 2005. Tive a sorte de encontrar um grupo de colegas de curso, que rapidamente se tornaram grandes amigos de farras, estudo, dos bons e maus momentos. Para além dos meus amigos, também o corpo docente da EUVG me surpreendeu pela positiva.

Nesta escola, consegue ter-se uma relação muito próxima com os docentes, o que facilita o processo de transmissão de conhecimentos. Ainda hoje mantenho contacto com os meus antigos Professores.

Fiz parte da Associação de Estudantes da Escola Universitária Vasco da Gama, onde desempenhei o cargo de Presidente da Assembleia Geral. Na Associação debatemo-nos para melhorar as condições dos estudantes da EUVG, pois sempre tivemos muito orgulho na nossa instituição de ensino.

Concluí o Mestrado Integrado em Medicina Veterinária pela Escola Universitária Vasco da Gama em 2011. Durante a minha formação académica realizei diversos estágios na área de animais de companhia, de desporto e de animais de produção em Clínicas e Hospitais Veterinários de referência.

Desde Setembro de 2011 que trabalho na Associação Nacional de Criadores de Ovinos Serra da Estrela (ANCOSE) na área da Reprodução e do Melhoramento da Raça Ovina Serra da Estrela. Para além disso exerço clínica de animais de produção. Tenho como principais áreas de interesse a Medicina Interna em pequenos ruminantes, Parasitologia, bem como Reprodução e Inseminação Artificial em pequenos ruminantes.

Fui autor e co-autor de alguns trabalhos apresentados em diversos congressos."

 

 

 

 

José Miguel Campos ((antigo Aluno de Medicina Veterinária))

EUVG Foto Jose Miguel
"Após concluir Engenharia Agro-pecuária na Escola Superior Agrária de Coimbra, ingressei na EUVG em 2004, com o sonho antigo de estudar Medicina Veterinária. Desde cedo uma escolha tão acertada, quanto arrojada. Hoje, olho para trás e penso que valeu bem a pena o esforço e a dedicação.

Tive excelentes colegas, conheci funcionários muito prestáveis e docentes bastante profissionais e acessíveis.

Lisonjeia-me ainda hoje manter ligações próximas de amizade, de estima pessoal e profissionais com muitos destes docentes.

Não obstante ter finalizado o Mestrado Integrado em MV em 2009, já tinha realizado vários estágios intercalares que me prepararam para concluir com sucesso o estágio curricular no Hospital Veterinário do Baixo Vouga, mais tarde o meu estágio profissional. Por convite da Administração deste Hospital aceitei manter-me já como clinico até à presente data.

As minhas áreas de interesse cedo se manifestaram para a Anestesia e Cirurgia de Animais de Companhia, com particular interesse em Ortopedia. Ciente da importância de aprendizagem contínua realizei uma pós-graduação em Cirurgia de Tecidos Moles e Ortopedia pela Improve Ibérica e mais tarde uma outra pós-graduação em Anestesia e Cirurgia pela Universidade Autónoma de Barcelona.

Entretanto visitei alguns hospitais e clínicas de referência em Nova Iorque, Paris, Utrecht, Roma, Berlim, Barcelona e Lisboa. Após ajuda dos Serviços Académicos da EUVG registei-me no Royal College Veterinary Surgeons estando neste momento a realizar vários externships pelo Reino Unido, tais como no Animal Health Trust (Newmarket), na Universidade de Cambridge (QVSH) e Universidade de Londres (RVC).

Hoje agradeço aos meus pais a confiança depositada, ficando grato à EUVG pelo apoio e compromisso dado."

 

 

 

João Afonso (antigo Aluno de Medicina Veterinária)

 Joao Afonso

"Decorria o ano de 2006 quando concluí com sucesso a licenciatura em medicina veterinária da EUVG, após 6 meses de estágio no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural de Pernambuco - Brasil. Durante 6 anos tive o prazer de ser aluno de um grupo de excelentes profissionais que compunham um corpo docente preocupado em tornar a experiência académica cativante.

Inspirado pela ligação e afinidade que tenho com cães (ainda que a sinta com todos os animais), dediquei os primeiros passos do meu percurso profissional à clínica de animais de companhia. Comecei em regime de substituição "acudindo" as clínicas que precisassem dos serviços de um médico veterinário, para mais tarde ser médico veterinário no Hospital Veterinário da Aveiro. A vontade de explorar o mundo além fronteiras levou-me a abraçar o desafio de ir trabalhar para Angola, como director clínico da Clínica Veterinária Tropical.

Regressado a Portugal, e um pouco desanimado com as experiências no domínio da clínica propus-me a explorar outras áreas da minha formação. Seguiu-se uma experiência em Cabo Verde, como consultor para Segurança Alimentar. Mais tarde o desejo de aprofundar o conhecimento levou-me a Londres, onde obtive o mestrado em Epidemiologia Veterinária pelo Royal Veterinary m/London School of Hygiene and Tropical Medicine em Setembro de 2012. Seguiu-se uma breve colaboração com o Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

Presentemente trabalho num projecto na America Central sobre o impacto da brucelose em efectivos bovinos."  

 

  

 

Ana Cruzeiro (antiga Aluna de Medicina Veterinária)

 

Ana Cruzeiro

"Após o árduo caminho académico, de pestanas queimadas, os olhos abriram-se ao mundo além fronteiras.

Na faculdade ficara motivada para a prática de inspecção sanitária veterinária, razão pela qual defendi o meu trabalho de fim de licenciatura nessa área.

Assim, após o estágio, em 2008 surgiu a possibilidade de colocar os conhecimentos adquiridos em prática em Inglaterra, onde comecei inicialmente a trabalhar como Meat Inspector e posteriormente fui promovida a Official Veterinarian após curso pela Universidade de Glasgow em 2010, actividade que desempenhei até ao início de 2013.

Continuo a residir em Inglaterra, contudo recentemente resolvi mudar de área e comecei a trabalhar em clínica de animais de companhia. Tive de voltar a rever os conceitos aprendidos na faculdade, algo que a cada dia e com a prática vão voltando a estar mais presentes!

Adoro estar rodeada de caezinhos e gatinhos que dão lambidelas e agradecem com os olhinhos meigos a atenção!" 

 

 

Luís Filipe Louro (antigo Aluno de Medicina Veterinária)

 

 EUVG Luis Filipe Louro

"O meu nome é Luís Filipe Louro, entrei para a EUVG em 2005 e terminei o meu Mestrado em Medicina Veterinária em 2011.

Orgulho-me bastante de ter sido aluno da EUVG, uma universidade de entreajuda e dedicação, onde todos os colegas, professores e funcionários contribuíram para a minha formação como Médico Veterinário e como pessoa.

Durante os anos passados na EUVG, fui complementando a minha formação na EUVG com estágios em Portugal, Espanha, Bélgica, Reino Unido e EUA, sempre com o Apoio Pedagógico da nossa instituição.

Quando finalmente me formei como Médico Veterinário, comecei por trabalhar em Portugal em Medicina de Equinos.

Passado um ano decidi começar um internato num grande Hospital de Equinos na Holanda onde as horas de trabalho eram muitas, mas o gosto pelos animais e pela profissão ajudaram a ultrapassar os obstáculos.

Hoje em dia sou Médico Veterinário num grupo de Clínicas e Hospitais Equinos no Reino Unido, onde todos os dias tento fazer o meu melhor em prol dos nossos animais."

 

 

 

 

Ana Petra Costa (antiga Aluna de Medicina Veterinária)

 

 

EUVG Ana Petra Costa"A Escola Universitaria Vasco da Gama durante os 6 anos em que eu a frequentei, foi casa para muitos dos aspirantes a medicos veterinarios.

Os periodos de aulas, exames e festas academicas rechearam a vida universitaria mas foi gracas aos estagios intercalares que muitos fomos introduzidos no mundo da medicina veterinaria.

Como parte do estagio final de curso tive a possibilidade de passar 3 meses num hospital veterinario nos Estados Unidos da America (Washington State University).

Acabado o meu mestrado integrado em 2008, entrei para a equipa clinica do FozCanis (Hospital Veterinario da Figueira da Foz), onde fiquei durante quase dois anos.

Entre consultas e formacao continua, decidi que queria mais e concorri para um internato em medicina de pequenos animais na universidade americana onde tinha estagiado como aluna. Desde entao que por ca estou. Primeiro como interna e agora como residente na especialidade de medicina interna.

Confesso que quando acabei o curso de medicina veterinaria nao me imaginava a viver aqui, do outro lado do Atlantico. Contudo, a vida da muitas voltas e o curso de medicina veterinaria abrange uma vasta area de oportunidades.

Apesar de longe da familia e amigos, nao podia estar mais contente com a minha decisao de prosseguir estudos."

 



Pedro Julião (antigo Aluno de Medicina Veterinária; ex-Presidente da Associação de Estudantes; Ex-Docente da EUVG) 

 

"Estudar Medicina Veterinária na Escola Universitária Vasco da Gama foi para mim uma experiência marcante.

Em primeiro lugar ajudou-me a concretizar um sonho de menino e para além disto formou-me como homem que hoje sou. Para este facto contribuiu também em muito a minha passagem pela AEEUVG e pela honra que tenho em ter sido o 1º Presidente desta Associação de Estudantes.  

O projecto educativo da EUVG continua tão actual e válido como no início, visando um ensino diferenciado e de qualidade em Portugal.

Este projecto teve um passado, tem um presente e terá com toda a certeza um futuro sólido e risonho. Este é o meu maior desejo, pois todos os que passam por esta Escola levam consigo um pouco dela para a vida."


 

 

Silvia Bento (antiga Aluna de Arquitectura)   

 

"Depois de uma experiencia pouco positiva numa outra universidade que me levou a querer estudar noutro local, foi uma surpresa muito boa chegar à EUVG e ser recebida num ambiente tão familiar e agradável.

O facto de haver uma simpática proximidade entre professores e alunos, ajudou a tornar mais leve o árduo trabalho como estudante de arquitectura.

Para mim foi, e continua a ser, um orgulho ter sido a primeira estudante a concluir o curso de arquitectura na EUVG.  

Obrigada"


 

 

Victor Morgado (antigo Aluno de Arquitectura)

 

"A Escola Universitária Vasco da Gama é uma escola de valores fundamentais – profissionais e humanos.

O alto profissionalismo dos seus docentes e funcionários criam constantemente um espirito singular de aprendizagem.

Em Arquitectura, o mais marcante no meu percurso académico foi o conceito inovador dos alunos terem aulas de Atelier de arquitectura em conjunto com os anos mais avançados. Esta troca de experiências foi essencial para o meu desenvolvimento curricular e humano.

À Escola Universitária Vasco da Gama o meu muito obrigado. BEM-HAJAM!"

 

 

Susanna Blattner
 
Logo DGERT Membro de